Procurar:

Sobre o lado oculto de cada pessoa

Share it Please

                           1072972_878f_625x1000

Existe todo um lado oculto, em cada um de nós, que se revela aos outros mediante uma via própria cuja descoberta poderá nunca acontecer.

Tal como nos animais ditos selvagens se fala num habitat natural, não é de todo irreal assumir a existência de um habitat natural inerente a cada ser humano. Certamente não falamos de ambientes geográficos enquadráveis num documentário sobre a natureza, antes de um misto de locais, pensamentos, estilos, decisões, que uma vez somados dizem mais sobre a identidade individual do que qualquer cartão de visita.

A partir do momento que se sai à rua, que se é bombardeado com toda a carga pública que caracteriza uma vida em sociedade, existe o accionamento de uma postura díspar daquela que temos fora da ribalta pública, e que condiciona globalmente o modo que os outros nos vêem, entendem, avaliam.

Ciente deste desfasamento, incorremos no risco de sermos mal entendidos, mal vistos, mal compreendidos, a menos que consigamos que seja alcançada essa via privilegiada que funcione como a montra verdadeiramente transparente a respeito daquilo que somos.

A gestão da imagem pública é uma matéria altamente complexa porque não se dominam as forças que determinam os rótulos que acabam por naturalmente surgir, sobre os quais nos podemos legitimamente sentir injustiçados, quando os confrontamos com auto-avaliação, mas sobre cuja acção simplesmente podemos negar e quando muito clamar por justiça.

A mudança de opinião poderá decorrer mediante um contacto mais demorado, íntimo e activo, no qual o nosso habitat natural se torne perceptível ao outro. É incomportável fazê-lo com todos, até porque interesse não haveria, mas é inegável o valor de conseguir mostrar e até provar àqueles que apreciamos, com quem construímos amizades e interagimos regularmente, que existe uma dimensão por eles desconhecida, de nós, que poderá influenciar irremediavelmente a forma como nos passarão a ver e pensar.

Do mesmo modo, talvez seja importante ter a noção de que aqueles que só nos conhecem no habitat natural, poderão cometer erros quando julgam que certas lacunas ou traços de personalidade, poderão ser mal vistos e entendidos no âmbito público, pois sonegarão essa barreira que é fazer-se à rua, suficiente para nos moldar completamente.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...